Como faço para ensinar meu filho a orar?

hijo

A oração é um elemento essencial da vida cristã. E Jesus deixou claro que as crianças pertencem ao Seu Reino tanto quanto os adultos, quando disse: “Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais, porque dos tais é o reino de Deus.” (Lc 18:16). Então, como podemos ensinar uma criança a orar?

Ore pelo seu filho

Em primeiro lugar, quando nossos filhos ainda são muito pequenos para orar por si mesmos, devemos começar imediatamente a orar por eles. Em primeiro lugar, é responsabilidade dos pais. Mas você também pode pensar em avós, amigos ou membros da igreja … Em 1 Timóteo 2: 1, Paulo exorta “que súplicas, orações, intercessões e ações de graças sejam feitas por todas as pessoas”, e isso inclui nossos pequeninos que ainda não podem orar por si mesmos.

Ore com seu filho

Uma forma importante de uma criança aprender coisas novas é imitando os adultos. As crianças adoram preparar refeições em sua cozinha de brinquedo ou cuidar de sua boneca, exatamente como vêem os adultos fazendo. Isso também vale para nossa caminhada diária com o Senhor. Se as crianças nos virem e nos ouvirem orando por uma refeição, na hora de dormir ou durante os serviços religiosos, isso funcionará como um exemplo para elas.

Claro, eles não vão entender o que estamos fazendo quando são bebês, mas aos poucos terão uma impressão do que significa se comunicar com um Deus que eles não podem ver. E provavelmente perguntarão o que estamos fazendo, o que nos dá a oportunidade de explicar e ensiná-los sobre a oração.

Como as crianças devem orar?

Quando as crianças são muito pequenas, elas ainda não conseguem falar frases coerentes. Mas podemos começar a ensinar-lhes canções de oração simples. Mais tarde, eles podem adicionar suas próprias palavras de oração espontânea.

Outra coisa que as crianças podem aprender desde cedo é uma atitude reverente em relação à oração. Quando oramos com eles, deixe-os fechar os olhos e juntar as mãos para ajudá-los a se concentrar na oração, sem se distrair com coisas que veem ou sentem naquele momento.

A oração é comunicação com nosso santo Deus, e isso requer toda a nossa atenção e um coração devotado. Isso deve se refletir em nossa atitude exterior, que é algo que as crianças também precisam praticar.

Por que assuntos as crianças devem orar?

Filipenses 4: 6 exorta-nos a “em tudo, pela oração e súplica, com ação de graças, os vossos pedidos sejam apresentados a Deus”. Isso também se aplica a crianças. Eles podem apresentar seus pedidos a Deus e podem apresentar pedidos em que nós, adultos, nem sequer pensamos. Eles são convidados a abrir seus corações diante de Deus, assim como os adultos. É claro que os adultos têm a responsabilidade de aconselhar as crianças.

Se uma criança deseja orar por algo que a Palavra de Deus proíbe claramente, devemos explicar a ela por que isso não é uma boa ideia. Se a criança deseja orar por riquezas materiais, tudo bem, mas devemos ensiná-la que a riqueza material não é o mais importante e não é algo que Deus dará automaticamente aos crentes. Esses exemplos deixam claro que ensinar nossos filhos a orar está sempre integrado comm toda a nossa educação cristã.

Uma orientação simples para ajudar as crianças a desenvolver uma vida de oração equilibrada é explicada aqui. Esta diretriz usa a mão da criança como ponto de partida para:

(1) louvar a Deus (dedo polegar – Deus é o nr1!);
(2) agradecer a Deus por Suas bênçãos (dedo indicador – tudo o que é bom vem do Senhor);
(3) pedir desculpas por nossos pecados (dedo médio – o dedo das asneiras!);
(4) orar pelos outros (dedo anelar – relacionamentos);
(5) orar por nós mesmos (dedo mínimo – eu sou pequeno, mas o Senhor é Grande).

Todos esses são elementos importantes da oração, que nossos filhos devem praticar à medida que crescem.

Quando as crianças devem orar?

Aprender a orar requer tempo e prática. É útil definir horários de oração em sua programação diária. Pode ser no momento em que a criança acorda, ou na hora das refeições, ou quando é colocada para dormir, ou talvez outros momentos sejam mais adequados para sua família.

Quando seu filho for pequeno, você orará por ele na maior parte do tempo. Quando seu filho crescer, vocês podem orar juntos e, finalmente, ele também será capaz de orar sozinho.

Claro, isso não substitui suas orações como pais / avós / amigos / companheiros crentes. Estes também são importantes! Mas o conselho geral de Provérbios 22: 6 também se aplica à oração: “Ensina o menino no caminho em que deve andar; até quando for velho, ele não se afastará dele. ”

Compartilhar postagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email