Procurar
Close this search box.

Porquê Jesus foi batizado?

Todos os quatro evangelhos descrevem João Batista. Ele era um profeta e seu propósito era preparar as pessoas para a vinda de Jesus. Ele lhes disse que o Reino de Deus estava próximo e que eles deveriam se arrepender de seus pecados. E muitos confessaram seus pecados e abandonaram seu estilo de vida perverso. Como sinal de seu verdadeiro arrependimento, essas pessoas foram batizadas. Esse batismo nas águas simbolizava que seus corações precisavam ser purificados. O evangelho de Marcos, portanto, chama isso de “batismo de arrependimento para perdão dos pecados” (Marcos 1:4).

Então, um dia, algo especial aconteceu. “Jesus veio da Galiléia ao Jordão ter com João, para ser batizado por ele” (Mateus 3:13). Ele Se alinhou com as multidões pecadoras para ser batizado também. Mas como isso poderia ser? Jesus não tinha pecado, então como Ele poderia confessar Seus pecados e pedir perdão? João Batista não entendeu. Ele objetou: “Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim?” (Mateus 3:14). João estava ciente de sua própria pecaminosidade. Ele era um profeta, ele era um servo fiel de Deus, mas não era perfeito. Ele também precisava de perdão e estava imediatamente pronto para admitir isso. Mas Jesus não tinha pecado nenhum!

A resposta de Jesus à objeção de João não é fácil de entender a princípio. Ele disse: “Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Vamos descompactar esta frase para crescer em nossa compreensão da missão de Jesus.

Jesus Se identificou com os pecadores

Jesus veio para cumprir todos os mandamentos de Deus e obedecer à vontade de Deus. Tal vida é “justa”. Assim, o primeiro significado de “cumprir toda a justiça” é viver uma vida perfeita sem pecado e obediente – como todos os humanos deveriam fazer, mas não são capazes. Jesus fez isso. No entanto, Isaías 53:12 diz que o Servo do Senhor “foi contado com os transgressores”. Esta é uma profecia sobre Jesus. Em Seu batismo, Jesus Se identificou plenamente com os pecadores. Ele Se tornou um de nós. Seu batismo foi parte de Sua “vinda em carne”. Portanto, Ele não permitiu que João O impedisse de ser batizado.

Jesus Se tornou um pecador em nosso lugar

Mas há mais do que isso. Jesus tinha a tarefa especial de levar os pecados dos outros. Ele Se contou com os transgressores, não apenas como sinal de solidariedade, mas porque realmente Se fez pecador em nosso lugar. Ser batizado foi a prova de que Jesus aceitou esta comissão, que Ele realmente levou sobre Si os pecados da humanidade.

Quando Jesus foi crucificado, Ele teve que suportar a ira de Deus porque Ele era pecador aos olhos de Deus naquele momento. Como o apóstolo Paulo coloca, “Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.” (2 Coríntios 5:21). Em outra carta, Paulo aborda o mesmo tema com palavras diferentes: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro” (Gálatas 3:13). Ou, nas palavras de Isaías, Ele “o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si …ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores” (Isaías 53:11-12).

Jesus trocou Sua justiça por nossas iniqüidades. Ele tomou nossos pecados e nos deu Sua perfeição em seu lugar. Em Jesus Cristo, somos justos diante de Deus!

Esta verdade é difícil de aceitar

João Batista tentou impedir o batismo de Jesus. Mais tarde, Pedro tentou impedir Jesus de ir a Jerusalém para sofrer e morrer (Mateus 16:21-23). Ele também se opôs quando Jesus estava lavando seus pés (João 13:6-10). Esses exemplos mostram que mesmo o círculo íntimo de discípulos de Jesus não compreendia quão profundamente Ele teve que Se humilhar para nos salvar. Jesus teve que Se esvaziar assumindo a forma de servo, e Se humilhou tornando-Se obediente até a morte de cruz (Filipenses 2:7-8). Ele deu tudo para nos salvar. Mas Ele estava pronto para fazer isso “pelo gozo que Lhe estava proposto”, ou seja, para ver pessoas perdoadas e renovadas adorarem a Deus para sempre.

Essa verdade é difícil de entender. É simplesmente impressionante que Deus, o Filho, Se humilhou tão profundamente. Mas essa verdade também é difícil de aceitar, pois enfatiza o quão profundamente nós humanos caímos. Ele enfatiza o quão desesperada nossa situação é. Não podemos nos salvar. Temos que aceitar que um homem inocente morreu em nosso lugar e que precisamos de Sua ajuda. Você está pronto para se render e receber a justiça de Jesus?

Obrigado a GospelImages pela maravilhosa pintura.

Compartilhar postagem