Quanto devemos ofertar?

“Vindo, porém, uma pobre viúva, deitou duas pequenas moedas, que valiam meio centavo. E,[Jesus] chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro; Porque todos ali deitaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, deitou tudo o que tinha, todo o seu sustento. ”(Marcos 12: 42-44)

No Antigo Testamento, havia regras claras sobre os “impostos” que as pessoas deviam pagar pela manutenção dos sacerdotes e pelo serviço do templo. Mas as pessoas também podem fazer doações voluntárias. Os versículos da Bíblia de Marcos 12 são provavelmente sobre essa doação voluntária.

Marcos registra como Jesus “sentou-se em frente ao tesouro e observou as pessoas colocando dinheiro na caixa de ofertas”. Ele e Seus discípulos viram como algumas pessoas ricas colocaram grandes somas de dinheiro – aparentemente isso era claramente visível para todos os presentes. Então veio uma pobre viúva. Ela trouxe duas pequenas moedas, que não davam nem para uma refeição.

Em comparação com as “grandes somas” dos ricos, essa doação mal contava. Mas Jesus deixou claro para seus discípulos que Deus vê as coisas de maneira diferente. Jesus conhecia essa mulher. Ele sabia que ela havia dado tudo o que tinha! Portanto, Ele disse que esta pobre viúva tinha investido mais do que todas as outras pessoas.

Deus não está interessado em nosso dinheiro em primeiro lugar. Ele está interessado em nossa atitude. Ele está interessado em um coração amoroso e generoso. “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” (2 Coríntios 9: 7)

Você entende por que o presente da viúva foi mais valioso para Deus do que os enormes presentes dos outros mais ricos?

Compartilhar postagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email