Procurar
Close this search box.

Que religião Jesus praticava?

A Bíblia nunca diz explicitamente que religião Jesus praticava, mas diz que Jesus glorificava a Deus (João 17:1, 4), o que está intimamente relacionado com a adoração. Na verdade, como Deus, Jesus merece a nossa adoração (ver Mateus 2:2; João 20:28).

Ninguém adora uma religião

Em geral, ninguém adora uma religião, mas sim é a religião que ensina quem devemos adorar. Por exemplo, os muçulmanos não adoram o Islão, mas sim Alá, sobre quem o Islão ensina. Da mesma forma, Jesus não adorava uma religião, mas sim o Deus eterno. Vamos explorar isso um pouco mais.

Jesus nasceu judeu

Jesus nasceu judeu (Mateus 1:1-17; Gálatas 4:4; João 4:22) e, como tal, do ponto de vista da humanidade de Jesus, relacionava-Se com Deus através da lei que Moisés deu no Antigo Testamento ( Gálatas 4:4). Nessa medida, Ele não adorava o Judaísmo, mas adorava o Deus do Judaísmo – o Deus que Se revelou no Êxodo como “EU SOU” ou “Yahweh” (geralmente escrito nas Bíblias ocidentais como “O SENHOR”) (Êxodo 3:14).

Durante todo o Antigo Testamento, Deus revelou os Seus planos e propósitos para criar um novo povo para Si, para trazê-los para uma terra sob o Seu governo e autoridade (Gênesis 12:1-3). Contudo, grande parte da experiência real de Israel foi o que o Novo Testamento chama de “sombra” (cf. Hebreus 8:5), isto é, não foi a realidade final do que Deus iria fazer, mas sim uma imagem, um pouco como um modelo, se quiser. Em última análise, o Antigo Testamento termina olhando para a realidade de tudo o que Deus prometeu ao Seu povo (Hebreus 11:39-40). Por exemplo, Hebreus 11:16 diz que Abraão e Sara não estavam ansiosos pela terra física de Israel, mas por “um país melhor – um país celestial” (Hebreus 11:16).

Cumprimento no Novo Testamento

Portanto, quando o Novo Testamento começa, como leitores devemos ter um grande sentimento de expectativa, de esperar ver o cumprimento de tudo o que Deus prometeu. E é exatamente isso que vemos. Se você ler o evangelho de Mateus, ficará surpreso com a frequência com que ele usou a palavra “cumprir” ou “cumprido” (Mateus 1:22; 2:15-17; 2:23; 3:15; 4:14; 5 :17; 8:17; 12:17; 13:14; 13:35; 21:4; 26:54-56; 27:9). Jesus veio para cumprir tudo o que Deus havia prometido no Antigo Testamento (2 Coríntios 1:20).

Além de Jesus cumprir todos os planos de Deus, Ele também nos revela Deus de forma mais completa do que era conhecido nos tempos passados, no Antigo Testamento. Por exemplo, João escreve:

“Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito [ou seja, Jesus], que está no seio do Pai, este o fez conhecer.” (João 1:17-18).

Da mesma forma, o autor de Hebreus diz:

“Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.” (Hebreus 1:1-2).

Em outras palavras, Jesus nos revela Deus de forma mais completa do que era conhecido no Antigo Testamento e também cumpre todos os planos e promessas de Deus contidas no Antigo Testamento.

Ouça e siga Jesus Cristo

Portanto, hoje devemos ouvir e seguir Jesus Cristo, por meio de Quem conhecemos a Deus mais plenamente. Não é suficiente ser judeu e ler apenas o Antigo Testamento. Se quisermos conhecer a Deus tal como Ele Se revelou afinal e mais plenamente, devemos ouvir e seguir Jesus. Concluindo, Jesus glorifica Seu Pai, Yahweh/EU SOU, e se quisermos adorar a Deus, devemos fazê-lo ouvindo e seguindo Jesus Cristo.

Compartilhar postagem